Filosofia Contemporânea

Área de concentração: Filosofia
Descrição: A linha de pesquisa de Filosofia Contemporânea pretende acolher os estudos que, a partir de uma crítica às interpretações fundamentais da metafísica, propõem abrir à filosofia novos horizontes de pensamento e, consequentemente, outras compreensões da realidade. Entre as posturas comumente reconhecidas como pós-metafísicas podem ser mencionados fenomenologia, hermenêutica, perspectiva analítica, psicanálise, nominalismo, historicismo sem teleologia, antiessencialismo, antifundacionalismo e anti-representacionalismo, além das críticas às noções de sujeito, de verdade como adequação, do ser como fundamento, das primazias da lógica sobre a retórica e da consciência sobre a linguagem, da possibilidade de fundamentação última dos discursos, dos dualismos metafísicos em geral, etc. Assim, a linha de pesquisa de Filosofia Contemporânea pretende cobrir um âmbito teórico especificamente contemporâneo.

Projetos de pesquisa vinculados à linha de pesquisa “Filosofia Contemporânea”:

1. Crítica e Subjetividade (coordenado pelo profº Dr. Jorge Luiz Viesenteiner)

Descrição: O projeto de pesquisa tem por objetivo discutir os estatutos filosóficos próprios de ambos os conceitos, bem como as relações e limites teóricos entre eles, em torno de tradições e autores da filosofia contemporânea que direta ou indiretamente se confrontaram com esses conceitos. O projeto circunscreve dois horizontes específicos: por um lado, a exegese dos domínios teóricos ‘Crítica’ e ‘Subjetividade’ seja no interior da tradição continental ou da analítica, bem como a maneira como eles foram recepcionados por autores da filosofia contemporânea tanto da tradição continental quanto analítica e, por outro lado, os desdobramentos que possuem em torno das principais demandas e preocupações da cultura contemporânea em seus mais diversos domínios, como o âmbito moral/normativo, o político, o pós-metafísico, o epistemológico e o estético.

- Docentes participantes: Thana Mara de Souza; Cláudia P. do Carmo Murta; Jorge Luiz Viesenteiner; Jorge Augusto da Silva Santos e Wander de Paula.

2- Fenomenologia e Linguagem (coordenado pelo profº Dr. Jorge Augusto da Silva Santos)

Descrição: O projeto de pesquisa trata da relação entre as concepções de fenomenologia e linguagem, tanto em suas diferentes abordagens teóricas na história da Filosofia quanto em suas relações temáticas com a Filosofia contemporânea. Objetiva, assim, desenvolver pesquisas em duas perspectivas de estudo. A primeira compreende a fenomenologia desde suas origens históricas com Edmund Husserl e Martin Heidegger, e suas modificações na fenomenologia francesa com Jean-Paul Sartre, Merleau-Ponty, Simone de Beauvoir, entre outros, nas questões mais relevantes que geraram e desenvolveram esses pensadores até sua recepção crítica na contemporaneidade, tais como: a alteridade; o corpo; a carne; o tempo; a questão da técnica, narração e interpretação; o imaginário e a arte; a relação com a psicanálise; o ser e o ente, o ser e o nada, a noção de gênero, de subjetividade, facticidade e mundo; teologia e ontologia; a essência da metafísica ocidental. A segunda investiga as diferentes interfaces da fenomenologia em debates contemporâneos da filosofia da linguagem, filosofia da mente, lógica, epistemologia e ontologia, incluindo os seguintes tópicos: intencionalidade; semântica; conceito de significado; natureza da consciência; estados mentais; percepção; conteúdo da experiência; atitudes proposicionais; dualismo mente e corpo.

- Docentes participantes: Jorge Augusto da Silva Santos, Thana Mara de Souza; Cláudia Pereira do Carmo Murta; José Renato Salatiel, Arthur Octávio de M. Araújo.
Projetos:

Abreviação Títuloordem decrescente Data de início Prazo (meses)
Abordagem fenomenológica do religioso 03/01/2012 12
A Hipótese de Fechamento Cognitivo 01/02/2019 12
PAGN A praxis autogenealógica em Nietzsche: CW, CI, AC e EH 19/12/2014 36
A via a-teológica para Deus no pensamento de Edmund Husserl 04/01/2011 24
Crítica e Subjetividade em Sartre 01/08/2015 72
TPSU Experiência e linguagem: a teoria pragmátia da significação de Jakob von Uexküll 20/11/2014 24
FMM Fenomenologia e Mística Medieval. As notas da Vorlesung (1918/1919) cancelada de Martin Heidegger 01/06/2015 24
Lebenswelt husserliano e a problemática religiosa do cotidiano 06/01/2003 12
NCI Nietzsche e o Crepúsculo dos Ídolos 05/03/2014 24
O rigor científico como questão ética em Edmundo Husserl 05/01/2010 12
Percepção, referência e justificação epistêmica 01/05/2019 36
Pessimismo e niilismo na filosofia alemã do século XIX 01/08/2016 48
Tecnologia e crítica a metafísica em Heidegger 30/11/2015 24
Transcendência e imanência na fenomenologia de Husserl 04/01/2011 24
HH Uma confrontação (Auseinandersetzung) de Martin Heidegger com Edmund Husserl. Em busca de uma concepção hermenêutica da fenomenologia 20/08/2017 24
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910