Integração com a graduação

Consideramos que o fator de integração mais fundamental com a graduação é a possibilidade de os alunos do curso de graduação em filosofia da UFES continuarem os seus estudos em pós-graduação, despertando a perspectiva de cursar um mestrado e, consequentemente, estimulando os discentes da graduação a participarem de pesquisas e grupos de estudos. Neste sentido, o resultado mais nítido, até o momento, é o fortalecimento do valor, entre os alunos de graduação, da atividade de pesquisa, em especial na modalidade de Iniciação Científica. Esta modalidade de pesquisa é uma prática constante por parte da maioria dos professores e alunos do curso de graduação em filosofia da UFES, exercida todos os anos pelos docentes que compõem o colegiado do Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Devemos observar que a maioria dos alunos de nosso programa, tanto os que ingressaram em 2009, quanto os da turma de 2010, é composta por alunos que participaram de pesquisa de Iniciação Científica durante a graduação, geralmente orientados por docentes do programa. Dos oito alunos aprovados na seleção para a turma de 2008, sete passaram pela Iniciação Científica; da turma de 2009, dos nove alunos aprovados, também sete desenvolveram pesquisa de IC; em 2010, dos onze aprovados, tivemos três alunos que participaram da Iniciação Científica. Atualmente, nove professores do programa desenvolvem pesquisa, envolvendo 27 alunos de graduação na iniciação científica. Deve-se também ressaltar a prática, mantida por diversos professores, de promover reuniões regulares de seus orientandos de pesquisa em grupos de estudos, que passaram a figurar entre as atividades regulares realizadas nas dependências do Programa, como a sala de aula e a sala de estudos. Devemos ainda indicar a presença constante dos alunos da graduação nas diversas atividades – encontros, seminários, simpósios, etc. – promovidas pelo programa.

Estágio de docência:

Foi estabelecido, em nosso regimento interno, que os alunos bolsistas, qualquer que seja a agência de fomento, desde que a bolsa seja de responsabilidade do PPGFIL-UFES, terá de assumir o compromisso de ministrar uma disciplina de 60 até horas para turma de graduação, sob supervisão de seu orientador ou de um tutor indicado pelo colegiado do mestrado, em comum acordo com o Departamento de filosofia. O texto diz:

"O Estágio de Docência na graduação (60h) refere-se à atividade em que o discente ministrará uma disciplina introdutória de filosofia para os cursos de graduação da UFES, compatível com a área de pesquisa do PPGFil, sob supervisão do orientador ou de um tutor responsável, mediante acordo com o Departamento e o Colegiado responsáveis por essas atividades de docência; o estágio será obrigatório para o aluno bolsista e opcional para o aluno não-bolsista. Em ambos os casos, a atividade não poderá ser remunerada."

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910